O Nerd da Quimica

"metal fantasma" Add Video

Esta experiência mostra um interessante fenômeno químico de luminescência. Ele é desencadeado quando uma moeda de cobre entra em contato com uma solução contendo amônia, água oxigenada e luminol. O luminol é um composto que, ao reagir com a água oxigenada na presença de uma base forte, é oxidado liberando luz. Essa luz é devido ao fato de que um dos produtos liberados na reação (o íon 3-aminoftalato) se encontrar no estado excitado, liberando luz azul com comprimento de onda de 431nm ao retornar ao estado fundamental. Acontece que a amônia (NH4OH) não é uma base forte, por isso não consegue desprotonar (retirar H(+)) a molécula de luminol (é a molécula desprotonada (ânion do luminol) que reage com o H2O2) . Ao ser adicionada a moeda, o H2O2 (água oxigenada) oxida o cobre da moeda a óxido cúprico (CuO), que reage com a amônia formando uma base complexa, o hidróxido de cobre-tetramin ([Cu(NH3)4](OH)2), um composto de cor azul-escura que é uma base forte o suficiente para desprotonar o luminol:

Cu + H2O2 --> CuO + H2O

CuO + 4NH4OH --> [Cu(NH3)4](OH)2 + 3H2O

Por ser uma base forte, o hidróxido de cobre-tetramin se dissocia muito mais que o hidróxido de amônio (NH4OH), liberando íons OH(-) em quantidade suficiente para desprotonar e assim "preparar" o luminol para a oxidação pelo H2O2. A reação luminescente, então, se inicia. Veja mais sobre a reação do luminol AQUI.

 

[Cu(NH3)4](OH)2(aq) --> [Cu(NH3)4](+2)(aq) + 2OH(-)(aq) 

.

O NERD DA QUÍMICA, Nova Venécia - ES

Posted by o nerd da quimica on November 10, 2011 at 1:19 PM 901 Views

Post a Comment

Oops!

Oops, you forgot something.

Oops!

The words you entered did not match the given text. Please try again.

Already a member? Sign In

0 Comments